Poltrona Eames: uma breve história e 8 projetos onde a peça se destaca! - Casa e jardim | Projeto

2021-11-16 15:45:33 By : Ms. May Shao

Confira ideias de como utilizar a poltrona "Eames" em ambientes residenciais (Foto: Casa e Jardim / Reprodução)

Uma das peças de design mais conhecidas, a poltrona Eames Lounge e a Eames Ottoman, assinada por Charles e Ray Eames, foram lançadas pela empresa Herman Miller em 1956 e ainda hoje são produzidas e vendidas.

De acordo com o site da marca, quando o casal de designers estava conceituando a peça, Charles explicou que eles queriam um "visual caloroso e acolhedor de uma luva de beisebol". Ao contrário das linhas elegantes e descontraídas dos outros designs da dupla, esta cadeira foi projetada para ser, acima de tudo, convidativa.

Parte das coleções permanentes do MoMA de Nova York e do Art Institute of Chicago, a cadeira e o pufe têm sido tema de documentários e livros e aparecem com destaque em séries de televisão e interiores de filmes.

Confira oito projetos onde a peça se destaca e agrega sofisticação ao espaço:

1. Este apartamento de 270 m² no Jardim Paulista, São Paulo, foi projetado pelo designer de interiores Fernando Piva (@fernandopivainteriores). Na sala de TV, o destaque fica por conta da poltrona com pufe projetada pelos americanos Ray e Charles Eames.

Na sala de TV, a poltrona com pufe de Ray e Charles Eames é ladeada por uma mesa do Atelier Fernando Jaeger, com luminária 'Micro Bauhaus 90', de Fernando Prado para Lumini. Na parede, fotos tiradas por Antonio Carlos Rodrigues. Tapete Showcase (Foto: Cacá Bratke / Divulgação)

2. Este apartamento de 114 m² em Brickell, a área badalada de Miami, foi projetado pela arquiteta carioca Nayara Macedo (@naymacedodesign), que também mora na cidade dos Estados Unidos. O profissional teve a missão de tornar o imóvel confortável, moderno e elegante.

Cama de painel da Vant Panels. Mesa de cabeceira e arandelas Ikea. Poltrona de Charles Eames, adquirida na Design Within Reach. Apartamento em Miami por Gabriel Rizzo por Nayara Macedo (Foto: Bethania Canavasi / Divulgação)

3. A fotógrafa Autumn Sonnichsen gosta de receber amigos e familiares em seu apartamento de 115 m² no Edifício Eiffel, um prédio icônico projetado por Oscar Niemeyer na Praça da República, em São Paulo. O piso de cimento polido e as paredes brancas destacam a generosa entrada de luz.

A decoração parece minimalista, mas aos poucos vai revelando uma série de elementos. Na sala, a mesa de madeira foi um presente do amigo João Wainer. Mulberry Chairs. A luminária foi adquirida na Target, nos Estados Unidos, e a poltrona 'Charles Eames' pertence ao namorado de Autumn (Foto: Autumn Sonnichsen / Divulgação)

4. A arquiteta Daniela Saliba (@danielasaliba_studio) é a responsável pela reforma e decoração deste sobrado de 300 m² da década de 1930, localizado em Miami, EUA. O ambiente convida ao descanso e à contemplação, apresentando elementos ora com tons suaves, ora com estampas florais, além da presença de peças de madeira e luminárias intrigantes.

Na zona anexa à sala de estar encontra-se uma poltrona desenhada por Ray e Charles Eames, forrada a tecido xadrez. A mesa 'Saarinen' é do acervo do dono e o tapete é da Pottery Barn (Foto: Denilson Machado / MCA Estúdio)

5. As arquitetas Stella Teixeira e Alessandra Pinho, do escritório Stal Arquitetura (@stal_arquitetura), assinam o projeto desta casa na Vila Madalena, em São Paulo. Com um terreno de 145 m² e 112 m² de área construída, o solar da década de 1950 abriga um advogado e seu cachorro de estimação.

Mesa de centro 'Loft', de Fernando Jaeger. Poltrona 'Charles Eames'. Sofá por Cecilia Dale (Foto: Reprodução / Mariana Orsi)

6. A principal característica do imóvel de 125 m², no bairro de Higienópolis, em São Paulo, é a utilização de um material simples e econômico: o OSB (oriented strand board, ou, em português, painel de ripas de madeira orientada). Tradicionalmente usado em laterais de edifícios, faz parte da marcenaria sob medida projetada pelo arquiteto e residente André Becker (@andrebecker_arq).

Os moradores André e Marina estão na sala. As poltronas "Wassily", de Marcel Breuer, juntam-se às criadas por Ray e Charles Eames e conferem sofisticação ao espaço. Mesa de apoio "Poppy", de Raul Barbieri, da Rexite, e mesa de centro projetada pelo arquiteto. Obras de Emanoel Araújo e Tomie Ohtake, entre outros (Foto: Maíra Acayaba / Editora Globo)

7. Esta casa alugada foi redesenhada pelas arquitectas Leila Bittencourt (@leilabittencourtarq) e Ana Paula Higino, que redistribuíram o mobiliário existente e acrescentaram algumas peças novas, para além de pintarem as paredes com cores marcantes.

No ambiente, há uma poltrona com banqueta criada por Ray e Charles Eames. No canto entre o velho sofá de capa verde, onde está o boxer Tulipa, e o branco, da Breton, está a mesa Rai, da Tok & Stok - a mesma fornecedora da mesinha Linnea, a mais alta. O tapete de fibra natural se sobrepõe ao kilim (Foto: Gabriela Daltro / Divulgação)

8. A poltrona criada pelos americanos Charles e Ray Eames em 1956 dá vida a um canto do apartamento do arquiteto Thiago Passos (@thiagopassos). O espaço é ideal para relaxar e ler um bom livro.

Em um canto, a poltrona criada pelos americanos Ray e Charles Eames, em 1956, fica ao lado do abajur Dress, projeto de Jehs & Laub para a Fambuena. Livros da Livraria Cultura (Foto: Lufe Gomes / Editora Globo)